Como reduzir o lixo com 7 atitudes fáceis

produzir menos lixo

Como produzimos tanto lixo? Quanto mais coisas nós compramos e consumimos, mais lixo acabamos gerando. É claro que não podemos levar ao pé da letra e parar de consumir os produtos que gostamos, só pra diminuir a quantidade de coisas que jogamos fora, mas conhecer formas de como reduzir o lixo que produzimos pode ser uma forma de começar a melhorar nossa qualidade de vida.

Mas se cada pessoa fizer a sua parte, podemos encontrar o equilíbrio entre o conforto e a sustentabilidade. Reduzir o volume de lixo é um hábito que vai se formando aos poucos, com as escolhas que fazemos no nosso dia a dia.

Seguem algumas dicas para você que quer produzir menos lixo na sua casa, e assim colaborar com o nosso planeta:

 

Planejar bem suas compras

Antes de sair para as compras, observe a sua geladeira e sua despensa, e calcule a quantidade de alimento que é necessária para o consumo.

Organize os alimentos comprados de acordo com a data de vencimento, e na hora de cozinhar, só prepare o que será consumido. Assim, você evita o desperdício e reduz a geração de resíduos.

 

Compre os vegetais em hortas

Em vez de comprar suas verduras cortadas e embaladas em uma bandeja de isopor, pelos funcionários dos supermercados, prefira comprar em hortas e feiras de seu bairro. Assim, você reduz a quantidade de embalagens e incentiva a economia local.

 

Prefira produtos a granel ou com embalagens retornáveis

Produtos a granel ajudam a evitar recipientes desnecessários, que produzem mais resíduos. Escolha embalagens que possam ser reaproveitadas, que possuam refil ou sejam retornáveis, evitando assim jogar uma grande quantidade de embalagens no lixo.

 

Reduzir o peso e o volume do seu lixo

Retire o líquido das embalagens, pois grande parte do resíduo recolhido é água. As cascas de legumes e o pó de café podem ser reutilizados como adubo para as plantas. Desmontar caixas longa vida e de papelão e comprimir as embalagens quando possível ajuda a aumentar a capacidade de cada caminhão.

 

Experimente novas receitas que reduzem o desperdício

No dia a dia, em sua cozinha, procure utilizar ao máximo os alimentos, experimentando novas receitas que aproveitem as partes dos vegetais que seriam descartadas.

Outra dica é produzir em casa os seus alimentos preferidos que, se você comprasse, traria pra casa mais uma embalagem que seria jogada fora depois. Uma boa sugestão para isso é produzir o seu próprio Iogurte, que é mais saudável pois não contém aditivos químicos, mais barato e muito mais gostoso. Você pode encontrar uma receita muito fácil de iogurte caseiro, clicando aqui.

 

Economize na escolha dos produtos de limpeza

No mercado podemos encontrar muita variedade de produtos de limpeza, mas cada um com uma finalidade diferente: um para a janela; outro para a pia, outro para o chão, etc.

Mas você não precisa de tantos produtos diferentes assim. Um único produto pode ter muitas finalidades, como o vinagre, por exemplo, que já mostrou muita utilidade em vários tipos de limpeza.

 

Reutilizar o que for possível

É possível transformar algo que iria para o lixo em um objeto útil. Esta é a ideia base deste blog e estamos aqui para lhe dar ideias e motivação para você reciclar tudo que puder.

 

Coisas recicladas para decorar a sua casa

coisas recicladas para decorar

 

A ideia de usar materiais que seriam jogados no lixo para criar coisas bonitas surpreende com a criatividade e a capacidade de transformar coisas recicladas em arte. E a proposta realmente é essa: usar o que é considerado lixo para decorar. Criar coisas lindas com materiais reciclados.

Decorar a sua casa você mesma é uma ótima maneira de mostrar o carinho que você tem pelo seu espaço. Olhe ao redor. Tenho certeza de que você vai achar alguma lâmpada que queimou, algumas latinhas de alumínio, garrafas vazias, pregadores de madeira ou até mesmo um guarda-chuva quebrado que você ainda não jogou no lixo.

Use materiais reciclados para criar novas coisas criativas e bonitas.

Este vídeo mostra muitas ideias de decoração, utilizando somente materiais reciclados. Reaproveitar coisas como restos de madeira, papelão, garrafa pet, tubos de PVC, caixotes de feira, louças velhas, para decorar a casa é uma ideia muito interessante pois além do baixo custo, podemos ter uma decoração única, exclusiva, personalizada.

Se você está procurando inspiração para criar seus objetos de decoração com recicláveis, assista o vídeo abaixo.

 

 

E você, já tinha pensado nisso antes?

A decoração com materiais recicláveis proporciona soluções cada vez mais bonitas para todos os tipos de ambientes.

Às vezes falta aquele dinheiro extra para complementar a decoração… Já percebeu que os cômodos nunca estão do jeito que nós realmente queremos?

Mas para mudar o visual da casa não é necessário comprar tudo novo. Podemos economizar e aproveitar o que já temos em casa. O reaproveitamento de materiais permite uma reforma mais acessível.

Reaproveitar as coisas está na moda e essas peças recicladas ganham cada vez mais reconhecimento nos projetos de decoração, pela possibilidade de diminuir o consumo e criar móveis exclusivos.

E complementando este assunto, se você quiser saber mais sobre como decorar com objetos reciclados, esse material pode ajudar.

Boas Vindas

Seja bem vindo (a) ao blog Reciclagem com Utilidade. Eu pensei que não seria muito fácil escrever este primeiro post do blog. Mas pra falar a verdade, as coisas só são difíceis quando a gente se importa demais…

Acho que seria legal compartilhar com você o motivo para eu ter criado este blog. Eu sempre gostei de artesanato. E quando o assunto “reciclagem” começou a se tornar mais divulgado, principalmente pela questão de jogar menos lixo fora, tentar reaproveitar tudo que for possível e “salvar o planeta”, comecei a me interessar ainda mais por isso.

 

Fanática por Reciclagem

Cheguei ao ponto de me tornar fanática por reaproveitar. E guardava tudo: caixas de leite, de remédio, embalagens de plástico, papel de presente, ou melhor, todo tipo de papel. Antes de jogar fora, eu parava e pensava: o que eu poderia fazer de artesanato, para reaproveitar isso?

Acho que você imagina o ponto em que eu cheguei, não é? E a minha casa também! Mas eu posso considerar essa fase produtiva. Eu aprendi muito. E estimulei muito a minha criatividade. Hoje eu gosto de reciclar tudo que é possível, mas já consigo ser mais específica.

Muita coisa vai para a coleta seletiva da minha cidade, e algumas coisas eu guardo para reaproveitar e fazer algum artesanato para mim, ou para dar de presente.

 

Por que Reciclagem com Utilidade?

Mesmo quando eu estava naquela fase de reaproveitar tudo, nunca gostei de fazer enfeites e flores nos meus trabalhos de artesanato. Nada contra quem gosta de enfeites… Mas eu não gosto muito não, eles pegam muita poeira, e se temos muitos espalhados pela casa, ela fica mais difícil de cuidar. É a minha opinião.

Então eu fui me especializando em fazer caixas e restaurar móveis. E a minha técnica preferida para isso é a decoupage. Aos poucos, eu vou mostrando para você alguns dos meus trabalhos. E compartilhando o passo a passo.

 

O objetivo deste blog

Mas com o tempo, eu fui percebendo que artesanato com materiais reciclados não é só fazer enfeites. Existem muitas coisas úteis que podem ser feitas com reaproveitamento de diversos materiais. E assim surgiu a ideia deste blog.

Aqui eu pretendo compartilhar com você os meus projetos de reciclagem, e também vários vídeos que eu vou encontrando ao longo das minhas pesquisas pré-reciclagem. O assunto será praticamente isso: fazer novos produtos que tenham utilidade no dia a dia, a partir de materiais que seriam jogados no lixo.

 

Lembre-se de não exagerar

Uma última coisa que eu queria falar pra você é isso: não exagere! Lembre-se que você, sozinho (a), não vai conseguir mudar o mundo. Então, recicle tudo que você puder, mas só guarde para fazer o seu artesanato o que você sabe que dá conta de fazer. O restante, leve até a coleta seletiva da sua cidade.

Assim, você continua fazendo a sua parte para ajudar a manter o nosso planeta mais agradável de viver, e não sobrecarrega o seu tempo, a sua casa e a sua mente com o excesso de coisas para fazer.